John Lennon - Lennon Legend album image by FlaviusVersadus
 
 
 
Track list:
 
 
Imagine
Instant Karma!
Mother (single edit)
Jealous Guy
Power to the People
Cold Turkey
Love
Mind Games
Whatever Gets You Thru the Night
#9 Dream
Stand By Me
(Just Like) Starting Over
Woman
Beautiful Boy (Darling Boy)
Watching the Wheels
Nobody Told Me
Borrowed Time
Working Class Hero
Happy Xmas (War Is Over)
Give Peace a Chance
 
 
Arquivo pessoal - Mp3
Qualidade - Nota 10 - 320 kbps
Tamanho - 153 MB (180 final)
 
 
 
Clique aqui para baixar o álbum completo
e depois clique na capa do álbum, no meio da página.
 
 
 
 

Lennon Legend bar Flavius Versadus

 
-  Comentário -
 
"Lennon Legend" reúne o melhor de John Lennon em sua fase solo, após os Beatles. Entre as 20 gravações originais do álbum, pelo menos 15 já chegaram ao topo das paradas e são conhecidas nos 2 lados do Atlântico. John Lennon é o beatle (ou ex) mais aclamado após o término da banda, e é meu beatle favorito por outros motivos: autêntico, aquele que não 'fazia gênero', sendo também 8 ou 80. O mentor e líder da banda de maior sucesso da história, preferiu o desconforto ao se envolver em política e ativismo revolucionário - numa época em que isso não era moda e sim muito perigoso -, à tranquilidade em berço esplêndido de uma consagrada estrela do rock. Desprezando convenções de qualquer natureza, em público e em sua vida particular, para espanto geral casa-se com a nada ortodoxa artista Yoko Ono e, em vias de abandonar os Beatles, imprime um tom duramente honesto, confessional, às composições desse período fascinante, em que as ilusões dissipam-se e já não havendo mais a genial e desgastante disputa de criatividade que lançava à eternidade a assinatura Lennon/McCartney como o duo mais importante da história da música..., podemos ver, além do poeta e do músico irreverente, quem sabe... sua alma.
 
O resumo-enxutíssimo-supra-sumo dessa fase, está em Lennon Legend.
 
Tudo e todos que vieram depois, as grandes bandas de rock, os fenômenos pop solo,
os movimentos de revolução, a irreverência em si, as artes e a cultura de um modo geral,
mostram influências, em maior ou menor grau, de Beatles e John Lennon.
 
Flavius Versadus
 
 
Amor e paz são eternos...
 
 
 
 
amor e paz são eternos image by FlaviusVersadus - Biografia - fonte getback.com.br
 
 
 
 
John Winston Lennon nasceu no dia 09 de Outubro de 1940 em Liverpool. Filho de Julia e Alfred Lennon, teve o pai ausente em toda vida e acabou sendo criado por uma tia, Mimi, irmã de Julia. John não era o que se podia chamar de 'working class hero', pois tinha um padrão de vida muito bom, se comparado aos outros Beatles. Estudou na Quarry Bank Grammar School, escola que, com seus companheiros viu o nascimento do 'Quarrimen' (que mais tarde daria origem aos Beatles). John adorava escrever, e alguns de seus poemas da época seriam um prefácio das letras que o tornariam tão famoso. Aprendeu a tocar guitarra com sua própria mãe, Julia, que o visitava esporadicamente, até que morreu atropelada, quando John era adolescente. Isso o fez se aproximar de Paul McCartney, que havia perdido sua mãe na mesma época, e ao Rock and Roll, em discos de Elvis e Chuck Berry. Em 1957 ingressou na Liverpool Art College, onde conheceu Cynthia Powel, que se tornaria sua primeira esposa, casando-se em 23 de Agosto de 1962. Naquela época os Beatles começavam a subir a escadaria da fama, e turnês, gravações, filmes e outros compromissos fizeram de John um marido ausente e foi o motivo pelo qual, seu filho Julian (nascido em 8 de Abril de 1963), pouco tivesse contato com ele.. John sempre foi o líder intelectual dos Beatles, e durante a 1ª fase, ele é o grande responsável pela maioria das canções da banda, fato que iria reverter em prol de Paul McCartney de 1966 em diante. Escreveu dois livros com poemas enquanto estava com o grupo: 'In His Ows Write' (em março de 64) e 'A Spaniard in The Works' (em 1965). Em 1966 fez a famosa declaração de que 'Os Beatles eram mais famosos que Jesus Cristo', frase mal interpretada quando foi colocada fora do seu contexto original. Recebeu sua medalha do império britânico (devolvida em 69 em repúdio ao envolvimento da Inglaterra na guerra de Biafra). No mesmo ano, numa exposição de artes na 'Indica Gallery', em Londres, conhece Yoko Ono, e começa a se envolver com drogas como LSD. No final deste mesmo ano vai para a Espanha filmar 'How I Won The War', de Richard Lester (diretor dos dois primeiros filmes dos Beatles). Em 1968 o casamento de John e Cynthia termina e ele começa a viver com Yoko Ono, com a qual casaria em Gibraltar em 20 de Março de 1969. Troca aí seu nome de John Winston Lennon para John Ono Lennon. Com Yoko Ono, ele toma conhecimento de novas formas de manifestações artísticas e lançam discos nada convencionais, como 'Two Virgins' (que se tornaria famoso pela capa dos dois nus), 'Life With The Lions' e 'Wedding Album'. Nesse mesmo ano, os dois são pegos com haxixe numa batida policial e participam do especial dos Rolling Stones 'Rock'n'Roll Circus'. Também com Yoko, fez uma série de filmes Avant Garde, como 'Fly', 'Self Portrait', 'Smile' e 'Erection'. As campanhas pela paz, como as famosas entrevistas na cama em um hotel em Toronto, ou simplesmente dentro de um saco, fizeram do casal símbolos da paz, ou para muitos apenas sinonimos da 'loucura'. Formou a banda 'The Plastic Ono Band' (banda conceitual, sem nenhum membro fixo) para um concerto pela paz em Toronto, e sua música 'Give Peace a Chance' tornou-se hino do movimento Hippie. Com o rompimento dos Beatles, em 1970, John viu-se só com Yoko, e ambos gravaram vários discos juntos. A teoria do 'grito primal' do dr. Artur Janov, deu origem ao seu 1º disco solo, 'John Lennon / Plastic Ono Band', de 1970, e 'Imagine', seu segundo álbum tornou-se um fenômeno de vendas e a música sua obra prima. No final de 1971 o casal voa para Nova York, onde estabelecem residência, fato pelo qual durante quase 5 anos fez com que John não pudesse sair dos Estados Unidos, pela falta do visto de permanência (devido a sua posse de drogas na Inglaterra). Só iria conseguir a 'Green Card' em 1976. Campanhas anti-Vietnã e engajamentos políticos fizeram dele uma pessoa 'perigosa' para o Governo de Richard Nixon, e muitas vezes foi seguido pela FBI e teve seu telefone grampeado. Nessa época, ele e Yoko lançam o disco conjunto 'Sometime in New York City'. Em 1973 John e Yoko fazem uma breve separação e John passa a viver em Los Angeles com sua secretária May Pang. Nessa fase grava dois discos: 'Mind Games' e 'Walls and Bridges', que são mais comerciais e tem pouco da linha ferina típica de John. Nessa época começa a gravar o disco 'Rock'n'Roll', que só seria terminado 2 anos mais tarde, contendo vários clássicos do Rock. O 'Long Weekend' de John termina em 1975, quando após uma participação no Madison Square Garden em um show de Elton John, encontra Yoko Ono nos camarins e ambos reatam o 'affair'. Compram vários apartamentos no edifício Dakota, em NY, onde John se torna pai pela 2ª vez. Sean Ono Lennon nasce no mesmo dia do aniversário de John, em 09 de Outubro de 1975. John começa então um jejum musical de 5 anos, fazendo pão e vendo seu filho crescer. Yoko toma conta dos negócios. O movimento 'New Wave' de 1980 deu fôlego a John e Yoko para retornarem aos estúdios, o que seria um recomeço, quando gravam o disco 'Double Fantasy'. O Disco se torna um megassucesso. O que houve depois disso todos sabem, e infelizmente a carreira de John termina aí: 08 de Dezembro de 1980. Depois disso o filme 'Imagine' é rodado, vários discos foram lançados, e até uma breve reunião dos Beatles acontece com 'Free as a Bird'. Foram poucos os discos solo que John deixou, mas seu legado é enorme, e com certeza, John é o que se pode ser proclamado um dos maiores músicos do século XX.
 
 
 
Alto da página
Avançar - Lennon